Galaxy Note 7, os consumidores substituim 13% dos smartphones Samsung nos EUA

Hexamob | Alberto Mulas - 09/18/2016

Em os EUA apenas 13% das pessoas que possuem um Galaxy Note 7 substituiu o dispositivo. Isso é explicado pelo site Cnet, que contém as declarações de Tim Baxter, Gerente de Samsung nos EUA. Os dispositivos distribuídos no país foram 1 milhão, dos quais 130 mil voltaram após reclamações. A empresa sul-coreana, de acordo com o site, informou que a substituição estará disponível nos pontos de venda do país até 21 de setembro.

O dispositivo foi retirado do mercado em 2 de setembro em 10 países, onde ocorreram devido aos incidentes da explosão da bateria. A Comissão Americana de Defesa do Consumidor fez saber que eles têm mais de 92 incidentes por superaquecimento de baterias registados até à data em os EUA. Destes, 26 têm pegado fogo e eles causaram danos a carros e casas.

Até agora, cerca de um milhão de Samsung Galaxy Note 7 têm algum tipo de reclamação. De acordo com o fabricante coreano, é extremamente importante parar de usar seu smartphone se ele foi comprado antes de 15 de setembro e desligá-lo e substituí-lo, seguindo o seu programa de devoluções. Apesar das indicações e precauções, conforme relatado pela Reuters, a Samsung Electronics vai retomar as vendas do novo smartphone para os clientes da Coreia do Sul a partir de 28 setembro. A empresa afirmou que o retorno do dispositivo nas lojas em outros mercados dependerá de casos individuais. Vendas na Austrália serão retomadas a partir do início de outubro.

Galaxy Note 7, os consumidores substituim 13% dos smartphones Samsung nos EUA 1

Mas, para além do Samsung Galaxy Note 7 outro smartphone Samsung iria explodir de acordo com vários relatórios. De acordo com um homem da Flórida seu Galaxy S7 iria explodir durante o carregamento da bateria em seu carro. De acordo com outro relatório, um Galaxy S4 teria explodido nas mãos de uma criança de 6 anos. E muitos outros relatórios com os quais não queremos aborrecê-lo ainda mais. Bem, a Comissão do Consumidor dos Estados Unidos da América (US CPSC) afirmou que estava investigando os incidentes acontecido com os proprietários de Samsung Galaxy.

Poderíamos, então, descobrir em breve se todos estes relatórios estão apenas vindo de pessoas que procuram atenção ou se de fato há muitos smartphones Samsung que sofrem de graves problemas para a bateria. O fabricante afirma que a única preocupação é o problema presente no Samsung Galaxy Note 7, e negou a existência de problemas com muitos outros modelos.

Galaxy Note 7, os consumidores substituim 13% dos smartphones Samsung nos EUA